Governo português cria “visto gold” para investimento em PME

Visto Gold

Ministra da Justiça de Portugal, Francisca Van Dunem, e Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.

 

Após o Conselho de Ministros de Portugal se reunir no dia 20 de abril deste ano para deliberar sobre novas regras de nacionalidade portuguesa, ontem (18/05/2017) se juntaram novamente para definir novas regras de investimentos estrangeiros no país. O Programa Capitalizar, aprovado nesta quinta-feira (18) quer atrair, com o visto gold, mais investimento direto estrangeiro a empresas de menor dimensão e em recuperação.

O Governo vai alterar o regime das autorizações de residência para investimento (ARI), conhecidas como vistos gold, e abranger também investimento em Pequenas e Médias Empresas (PME) portuguesas além do que existe atualmente para quem investe no setor imobiliário (investimento de, no mínimo, 500 mil euros). De acordo com o que foi aprovado em Conselho de Ministros haverá três tipos de vistos gold para estrangeiros que invistam em PME.

“visto gold” para quem investir em PME

    • Investimento de  350 mil euros para a “criação de empresas portuguesas ou reforço do capital social”, desde que “criem ou mantenham cinco postos de trabalho permanentes”.
    • Investimento de 200 mil euros em “empresas portuguesas em situação econômica difícil e que estejam com um plano de recuperação”.
    • Aplicação 350 mil euros “em fundos destinados à capitalização das empresas portuguesas”.

A iniciativa prevê uma maior adesão ao visto gold, uma vez que entende que o valores para investimento são mais competitivos do que os existentes atualmente para investimentos em imóveis em Portugal.

 
A BR-Visa assessora você neste tipo de requerimento. Entre em contato
 
Você quer se tornar cidadão português? Veja se é apto (clique aqui) e a BR-Visa vai lhe auxiliar em todo o processo!
 
 
FONTE: Governo de Portugal e Jornal Público de Portugal